Central Paulista
Facebook   Twitter   Youtube
CONSULTE-NOS

 

Um Jeito Humano de Atender na Saúde.

Mudança de Hábitos no Atendimento de Instituições Hospitalares.

 

Objetivos

Sensibilizar para atitudes humanas e adequadas no atendimento aos pacientes e acompanhantes em um hospital.

Público Alvo

Profissionais da saúde e atendimento ao cliente pessoal e telefônico de hospitais e clinicas.

Sinopse

Um divertido espetáculo sobre o atendimento humanizado nas instituições de saúde. Os protagonistas serão três clientes (pacientes e acompanhantes) que formam o grupo de “Guardiões do Jeito Humano de Atender na Saúde” – que para resgatar o atendimento humanizado para pacientes e acompanhantes vão interagir com os profissionais de atendimento da saúde em quatro situações. Na primeira situação, um paciente é vítima das funcionárias de recepção e dos técnicos do exame com síndrome de “Estácia Achando” – arrogância e incapacidade de ouvir o paciente para resolver um problema. E para dar uma divertida lição de colaboração e empatia para eles, os “Guardiões” elaboram uma instrutiva revanche. Na segunda situação temos Gracinha Peçonha - uma supervisora de governança individualista – que ao receber a reclamação de um acompanhante culpa a enfermagem para o cliente e este para o enfermeiro. Caberá aos “Guardiões” oferecer um divertido tratamento de choque onde Gracinha vai aprender a ser mais profissional, ética e colaboradora na solução do problema. Na terceira situação temos José Confúcio – um aprendiz de malote interno bem desinformado, impulsivo e inexperiente, que acaba mais atrapalhando do que ajudando os pacientes em busca de informação. Para corrigir esta postura, os “Guardiões” proporcionam ao jovem profissional uma lição para aprender a ouvir e entender o problema do paciente antes de encaminhá-lo. Na quarta e última situação temos como protagonista Arésio Hulk, um profissional impaciente e estourado quando tem de lidar com um paciente irritado que vai receber uma aula de autocontrole para lidar com situações estressantes no atendimento ao paciente

Conteúdo

Atitudes Geradoras de Problemas no Atendimento em instituições hospitalares: - Profissional Antipático – destaca apenas o interesse e as normas da instituição na solução do problema. - Profissional Individualista – resolve apenas a sua parte sem dar solução completa do problema ao paciente/acompanhante. - Profissional Agressivo – quer impor seu ponto-de-vista ao paciente/acompanhante. - Profissional Confuso – não sabe como orientar ao paciente/acompanhante e o confunde mais do que ajuda. 4 Atitudes Solucionadoras de Problemas no Atendimento: Profissional Empático - tem a percepção apurada do que o paciente/acompanhante sente e quer. Profissional Colaborador – sabe montar redes de colaboração na instituição para resolver problemas. Profissional Pacificador – consegue harmonizar as partes em conflito em busca de uma solução. Profissional Comprometido – tem bom senso e confirma informações antes de orientar o paciente/acompanhante.
Carga Horária: 70 minutos
Elenco: Alius Coelho, Cleber Tolini, Taís Cabral
Ficha Técnica:
Diretor de Teatro:  Almir Marcelino
Autor:  André Tadeu

 

 

 

 


 

www.centralpaulista.com

informações: 011 - 3876-0550 / 99170-2720
 
Fechar